31 de jul de 2009

Meu Mundo - M


Muito bem ..... vamos começar é claro pelo início, o começo de Muita coisa !!!!
Fica Maluco e Mostruoso contar tudo, então vamos aos Momentos Marcantes.
Meu Mundo começou em Maio quando Meus pais se casaram. Depois de 2 anos em Maio de 78, nasceu Juliana filha de Mamãe Sandra e Papai Maurício.

Meu Mundo sempre girou em torno de Muitos M's, Maluko né, Mas é verdade.
Meu 1º chefe, grande Mestre foi Mr. M.Fortes, me ensinou tudo sobre Controladoria de Custos e Mercado na J&J. Tenho 2 super padrinhos que me levaram para conhecer o Arita Leader Trainning - A.Maia e D.Mathias. Tive tb a oportunidade de conhecer um Monstro no Mundo SAP Mr. M.Peano esse é o cara no mundo dos negócios, me mostrou que esse Mundo SAP é totalmente Racional. Ainda não contente tive a oportunidade de conhecer outro Monstro do Mundo SAP Mr. M.Marin, um cara que em pouco tempo, aprendi muito e essa frase ficou Marcada "O mundo é capitalista"

Todos acima são pessoas admiraveis, que fizeram a diferença em minha vida . E hj posso chamar todos de Meus Amigos.

Pra terminar, não poderia ser mais maluko ainda dizer que o amor de minha vida de chama Mauro ....rsrsrsrsrsrsrs, estamos juntos mais de 6 anos. Namoramos, casamos, separamos e estamos juntos de novo.

Nossa estava esquecendo da minha filha, minha gatinha persa a "Mya" ..... kkkkkkk

Meu Mundo, Muito Maluko Mesmo .....

30 de jul de 2009

Não sei se a vida ....


"Não sei ... se a vida é curta ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita.

Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
é o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
não seja curta,nem longa demais
Mas que seja intensa
Verdadeira, pura ...
Enquanto durar"

28 de jul de 2009

Pújá - Uma Prática Universal


Pújá é o que chamamos na prática de retribuição ética de energia.

Basicamente, é a atitude de agradecer antes de receber.

Por definição:

Pújá é um comportamento universal de gratidão, reverência e lealdade que manifesta-se através de pensamentos, palavras, gestos e obras. (Santos, S, A força da Gratidão (Pújá), Nobel)

Este agradecimento prévio encontra-se presente não só no Yôga, mas em outras atividades, principalmente aquelas vindas do oriente como é o caso, por exemplo, de algumas artes marciais.

No caso do Yôga o Pújá é feito nesta ordem:

Ao local da prática
Ao instrutor
Ao Mestre vivo mais antigo da linhagem
Ao primeiro dos yôgins.

Habitualmente, durante a prática, o pújá é feito através de mentalizações.

O interessante é que aquele que realmente pratica o pújá, predispõe-se à aprendizagem e amplia as fronteiras de sua experiência para assimilar a essência do Yôga, ainda que nada lhe seja ensinado.

De acordo, mais uma vez, com o Mestre Sérgio Santos:

É preciso desenvolver o siddhi do aprendizado, pois a evolução interior depende muito mais do receptor do que do transmissor.

Pújá também significa identificar-se, sintonizar-se com o Mestre. Isso permite a germinação daquilo que já se encontra no aprendiz. Diz a máxima: todo discípulo leal é um Mestre em potencial. Portanto, o conhecimento é uma fonte inesgotável, diretamente proporcional à receptividade e à gratidão do discípulo.

27 de jul de 2009

Olhar de Tigre

Olhos de tigre: Traz uma alta freqüência de energia vibracional. Equilibra a percepção.

Crescendo, lá nas ruas Marquei meu tempo, aproveitei as minhas chances Viajei para a distância, e estou de volta com meus pés apenas um homem com seu desejo de sobreviver Tantas vezes, acontece tão rápido Você troca sua paixão por glória Não perca o foco nos sonhos do passado Você deve lutar para mantê-los vivos Isso é o olhar do tigre, é a emoção de lutar Se erguendo ao desafio do rival E o último sobrevivente persegue sua presa à noite E nos observa a todos do olho do tigre Cara a cara, aqui no calor Se aguentando, sempre faminto Eles colocam os obstáculos até que cheguemos às ruas Porquê nós matamos com a habilidade pra sobreviver Isso é o olhar do tigre, é a emoção de lutar Se erguendo ao desafio do rival E o último sobrevivente persegue sua presa à noite E nos observa a todos do olho do tigre Erguendo-se, direto ao topo Teve coragem, conquistou sua glória Viajei para a distância e agora não vou parar Só um homem e seu desejo de viver Isso é o olhar do tigre, é a emoção de lutar Se erguendo ao desafio do rival E o último sobrevivente persegue sua presa à noite E nos observa a todos do olho do tigre

26 de jul de 2009

E dái !!!

"Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania, Depende de quando e como você me vê passar"
"Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito"
"Sou composta por urgências: minhas alegrias são intensas; minhas tristezas, absolutas. Me entupo de ausências, me esvazio de excessos. Eu não caibo no estreito, eu só vivo nos extremos."
"Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes… tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer: - E daí? Eu adoro voar!
Não me dêem fórmulas certas, por que eu não espero acertar sempre. Não me mostrem o que esperam de mim, por que vou seguir meu coração. Não me façam ser quem não sou. Não me convidem a ser igual, por que sinceramente sou diferente. Não sei amar pela metade. Não sei viver de mentira. Não sei voar de pés no chão. Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra sempre"

25 de jul de 2009

Seja o que vc ....


Simplicidade é a última sofisticação.(Leonardo Da Vinci)

Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida e nela só se tem uma chance de fazer aquilo que se quer. Tenha felicidade bastante para fazê-la doce. Dificuldades para fazê-la forte. Tristeza para fazê-la humana. E esperança suficiente para fazê-la feliz. As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas. Elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos. A felicidade aparece para aqueles que choram. Para aqueles que se machucam. Para aqueles que buscam e tentam sempre. E para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam por suas vidas. O futuro mais brilhante é baseado num passado intensamente vivido. Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e as decepções do passado. A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar duram uma eternidade. A vida não é de se brincar porque um belo dia se morre.

22 de jul de 2009

Pránáyáma !!!


"A forma pela qual respiramos está diretamente relacionada a maneira que interagimos com o mundo ao nosso redor. "


” Pránáyáma Prána, a energia vital penetra nosso corpo pelos labirintos respiratórios. Leva a bênção da vida até o nosso peito e, dele, para todo o nosso ser, físico e sutil. Prána, a energia biológica sem a qual nenhuma forma de vida animal ou vegetal seria possível. Prána, que traz a cura e a regeneração celular. Para viver, todos os seres precisam respirar.
Respirando, crementamos vitalidade, revitalização, reconstituição dos tecidos, insuflando-lhes a própria vida. Controlando os ritmos respiratórios, dominamos nossas emoções e ações. Alterando os níveis de profundidade da respiração, conquistamos novos estados de consciência. Interferindo voluntariamente no ato respiratório, cruzamos a fronteira entre o consciente e o inconsciente.

Isso é pránáyáma! ”

DeRose


21 de jul de 2009

Swásthya Yôga - Método DeRose


Swásthya Yôga nome da sistematização do:
Dakshinacharatántrika-Niríshwarasámkhya Yôga

20 de jul de 2009

Quase sem querer ....


Tenho andado distraído, Impaciente e indeciso
E ainda estou confuso. Só que agora é diferente:
Estou tão tranquilo e tão contente.
Quantas chances desperdicei
Quando o que eu mais queria
Era provar pra todo o mundo
Que eu não precisava
Provar nada pra ninguém.
Me fiz em mil pedaços, pra você juntar
E queria sempre achar explicação pro que eu sentia.
Como um anjo caído, fiz questão de esquecer
Que mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira.
Mas não sou mais
Tão criança a ponto de saber tudo.
Já não me preocupo se eu não sei porquê
Às vezes o que eu vejo quase ninguém vê
E eu sei que você sabe quase sem querer
Que eu vejo o mesmo que você.
Tão correto e tão bonito
O infinito é realmente um dos deuses mais lindos.
Sei que às vezes uso palavras repetidas
Mas quais são as palavras que nunca são ditas?
Me disseram que você estava chorando
E foi então que percebi como lhe quero tanto.
Já não me preocupo se eu não sei porquê
Às vezes o que eu vejo quase ninguém vê
E eu sei que você sabe, quase sem querer
Que eu quero o mesmo que você

19 de jul de 2009

Mantra: Ôm namah Shivaya - Letra, Dêvanágari, Música e Tradução.


Existem 2 transliterações adotadas pela escola Swástha. A primeira é usada para textos no dia a dia, onde não há uma marcação exata dos fonemas. A outra transliteração usa-se de marcações gráficas para diferenciar cada fonema.

Bhôlanatha Umapatê shambho shankara pashupate Ôm Namah Shiváya (20x) Nándívahana nágabhúshana chandrashêkhara jatadhara gañgadhara hara gaurímanô hara nílkantha hara máhádêva Ôm namah shivaya (24x) Máhádêva shiva shankara shambhô umakánta hara tripurarí Mrityumjaya vrishabadwa shúlin gañgadhara hara máhádêva Ôm namaH shivAya (48x)

Neste mantra temos todos os termos designando aspectos de Shiva. Poderia resumir: bholanatha é Shiva, pashupatê é Shiva, Umakánta é Shiva… mas ficaria chato e sem sentido, logo vou deixar várias referências sobre os nomes só para você matar sua curiosidade.

Bholánátha - Bhola é o filho de um Vaishya com uma NaTi

Vaishya é a terceira casta hindu, a dos comerciantes. NaTi – pelo visto – pode designar tanto um tipo de dança como a própria dançarina do gênero.

Nátha literalmente é protetor, senhor, patrono. E designa a ordem ou seita começada porMatsyêndra Nátha, cujo discípulo Goraksha Nátha que escreveu o tratado de Hatha Yôga que foi destruido e depois reescrito por um de seus discípulos de memória e chamou-se hatha yôga pradipika.

Umapátê - Uma é outro nome para Parvati. Embora na cultura Hindu eles prefiram dizer que são encarnações diferentes para a mesma pessoa. Coisa do hinduismo, não tenho o que opinar sobre esta treta. Pátê é o vocativo de páti que é senhor, marido ou mestre (no sentido de dono, amo).

Como está no vocativo, é como dizer: “Olha a Uma, Fulano!” e nesse caso Fulano é igual a Marido que é igual a Shiva. Juro que não entendi essa declinação. Já encontrei por esse mundão internético sem fronteira Umapati, o que faria mais sentido e demonstraria que é só uma questão de sotaque. Afinal já que podemos dar o E final fica com o som de I (com excessão do sul que fala leitE quentE) eles podem muito bem falar o I como E.

Shambhô - Difícil achar alguma coisa sobre Shiva Shambhô. Somente me consta que é um dos nomes de Shiva. Tentei procurar nos puranas alguma históriasobre Shambhô, mas dei com os burros n’água.

Shamkara - Literalmente o Auspicioso. Fora a tradução literal, não encontrei mais nada relevante.

Pashupatê - Temos o mesmo efeito aqui: patê ou pati. Pashu é fera, animal selvagem, segundo o Monier Williams também pode ser usado no sentido figurado para nomear bípedes hominideos merecedores da pecha de animal. Em escavações arqueológicas de Mohenjo Dharo e Harapa (tem umas figurinhas legais) foram encontrados selos aos quais não se sabe ao certo para que serviam. O chute inicial dos arqueólogos é que serviam como carimbos para marcar mercadorias, na minha opinião pura achologia. Em um destes selos existe uma figura sentada com as pernas cruzadas e com chifres. Os mais afoitos querem acreditar que este selo é uma possível representação de Pashupati. Outra teoria doida é de que ele estaria sentado em posição de yôga por causa das pernas cruzadas. Ué? As pessoas daquela época não poderiam se sentar assim somente por costume? Agora tudo que é antigo e não tem explicação deveria ser yôga? Olhe por você mesmo o seloe tire suas conclusões.

Ôm namah Shiváya - Nama é nomeado, chamado. Está no nominativo: O Ôm é nomeado, O Ôm é chamado. Shiva está declinado no datativo (objeto indireto): de Shiva. O Ôm é chamado de Shiva. No sentido que o Ôm é Shiva. Levando em consideração que o Ôm é o corpo sonoro do absoluto, eu me sentiria honrado de ser chamado de Ôm, acho que Shiva também.

Nándívahana - Nándí é o nome do touro branco de Shiva. Literalmente nándí significa alegria, satisfação, prazer.

Vahara é o ato de carregar, levar. Nándi é a montaria de Shiva, Nándívahara é aquele que leva Shiva.

De uma forma metafórica e poética poderiamos dizer que Shiva é levado pela alegria, satisfação ou pelo prazer. Tão bonitinho quanto dar o nome de mimosa para uma vaquinha.

Nágabhúshana - Nága é serpente, bhúsha é adorno, colar. Ou seja: Aquele adornado por serpentes. Shiva inventou o jogo do Onde está o Wally você sempre vai ficar procurando alguns detalhes nas esculturas e pinturas. O Nandi, nága, trishula, essas coisas.

Chandrashekhara - Chandra todo mundo sabe que é lua. Shêkhara é o topo da cabeça ou uma coroa. O shiva que usa a lua como coroa, ou aquele que usa a lua no topo da cabeça. Fácil essa hein! Conta a lenda que Daksha teve vinte e sete filhas estrelas. Todas elas casaram com “o” lua (chandra é um termo masculino), mas o lua era malandrão e tava de olho em outras estrelas. As esposas foram reclamar com Daksha que ficou possuido e tascou uma maldição no lua. “Ele” perderia seu brilho até se extinguir. Os caras eram malvados naquela época, não bastava matar, tinha que sofrer. As plantas que precisavam da luz de chandra para não morrer resolveram dar a dica: procura Shiva que ele resolve tudo. Assim fez Chandra que foi acolhida por Shiva em sua cabeça dando-lhe forças para brilhar. Assim durante 15 dias a lua vai perdendo seu brilho e em outros quinze dias ganha novamente. Esta é a historinha para dizer por que a lua tem fases.

Jatadhara - Dhara é ostentar, levar, carregar. Jata é o coque sobre a cabeça.

Gañgadhara - Conta a lenda que Gañga precisava descer a terra, mas se caisse lá de cima aqui iria destruí-la. Sem saber como fazer sua entrada triunfante perguntou a Shiva como proceder. Ele macho que só disse: cai dentro! E o rio caiu sobre sua cabeça para amortecer o impacto e assim poder seguir o seu curso. Por isso do Jutajata de Shiva sai o rio gañga. Hoje em dia eles jogam de tudo nesse rio.

Hara - Literalmente é aquele que leva ou destruidor.

Gaurímanô - Shiva era malandrão tinha várias mulheres. Gaurí é outra versão de Parvatí ou encarnação, como preferem os hindus. Gaurí vem do termo Gaura, dourado, brilhante, claro. Gaurí é a dourada, assim como Kalí é a negra. Gaurímanô é o pensamento de Gaurí, e quem você acha que habitava o pensamento dela? Só pode ser nosso galã.

Nílkantha - Níla é azul escuro. Como diria o Mestre Carlos Cardoso: Níl vem de Anil e kantha é aquilo que você usa para “kantá”. Kantha é garganta. Literalmente o garganta azul.

Conta a lenda que os deuses estavam intediados e resolveram revirar o mar para ver no que dava. Idéia de jirico, mas confiemos na (falta de) sapiência divina. Das profundezas do mar saiu um veneno mortífero que iria destruir todo o mundo. Ups! Diriam os deuses. Como ninguém tinha coragem de fazer alguma coisa Shiva, bravo como era, tomou o veneno. Não sendo bobo nem nada ao invés de engolir reteve o veneno em sua garganta que ficou azul.

Umakánta - Kánta é o desejado, o amado, o querido, o bonito. E quem você acha que é o amado, o querido de Uma?

Máhádêva - Máhá é grandioso, o maior, o melhor. Dêva é divindade. Shiva é considerado pelos shivaistas como a maior divindade que existe.

Tripurári - Tripurá são os três componentes do sofrimento: ahamkára (ego), karma (ação e reação) e máya (ilusão). Tripurárí é quem venceu todos eles. Quem? Quem? Quem? Raimundo Nonato!

Mrityumjaya - Aquele que venceu a morte, ou o conquistador da morte. Mrityu é morte, jaya é conquista, ganhar, triunfo.

Vrishabadwa - Como Shiva é o senhor dos animais (vrisha), ele tem muitos (badwa) a sua volta.

Shulin - Uma das armas de Shiva é a lança, logo ele é o lanceiro (Shulin).

Vamos a letra escrita sem os sinais especiais de transliteração para os indexadores poderem indexar como um leigo escreveria os termos:

Bholanatha Umapate shanbho shankara pashupate Om namah shivaya (20x) nandivahana nagabhushana chandrashekhara jatadhara gangadhara hara gaurimano hara nIlkaNTha hara mAhAdeva ôm namah shivaya 24x mAhAdeva shiva shankara shambho umakAnta hara tripurari mRityuMjaya vRishabadva shUlin gangadhara hara mAhAdeva Om namaH shivAya 48x

17 de jul de 2009

Voe mais alto

Logo após a 2ª Guerra Mundial, um jovem piloto inglês experimentava o seu frágil avião monomotor numa arrojada aventura ao redor do mundo.
Pouco depois de levantar vôo de um dos pequenos e improvisados aeródromos da Índia, ouviu um estranho ruído que vinha detrás do seu assento.
Percebeu logo que havia um rato à bordo e que poderia, roendo a cobertura de lona, destruir o seu frágil avião.
Poderia voltar ao aeroporto para se livrar de seu incômodo, perigoso e inesperado passageiro. Lembrou-se, contudo, de que os ratos não resistem às grandes alturas.
Voando cada vez mais alto, pouco a pouco cessaram os ruídos que quase colocaram em perigo a sua viagem.
Moral da história..
Se o ameaçarem destruir por inveja, calúnia ou maledicência, VOE MAIS ALTO..
Se o criticarem, VOE MAIS ALTO..
Se fizerem injustiças a você, VOE MAIS ALTO..
Lembre-se sempre que os "RATOS” não resistem às grandes alturas.

16 de jul de 2009

Arita - acredite em você !!!

Vc acredita que pode ser melhor ????? Todos podemos.
Arita LT-I : Descubra um novo mundo dentro de vc
Arita LT-II: O 1º passo é o símbolo da coragem. Uma iniciativa, uma ação e uma ousadia. O 2º passo é o vôo direto para o desafio. Desafio de encontrar a sua MISSÃO neste planeta.
Em Agosto de 2008 me tornei Juliana Arita Silva LT-I, em 2009 serei Juliana Arita Gaivota LT-II

Convido todos meus amigos à participarem deste treinamento onde reaprendemos como lidar com os nossos principais sentimentos: Raiva, Medo, Tristeza e Alegria.
E como trabalhar as nossas 7 saúdes: Física, Espiritual, Intelectual, Familiar, Social, Profissional e Financeira !!!

444444444444 para todos e nunca se esqueçam desta frase: EU CONSEGUIREI !!!!




15 de jul de 2009

Meu Caminho

Meu caminho
Comecei sozinha
Procurando um ninho
Vaguei... Sonhei... Perdi-me...
Eu que desavisada
Pensei que conhecia a estrada
Eterna caminhada
De cada passagem... Miragem!
Não antevi a viagem
Enveredei
Por atalhos que nem sei
E pensei, em desistir... não resistir
Novamente insistir... Persistir
Ir e vir...
Mas prosseguir
Continuar...
Confiando...
Numa estrela me guiando
Em que nada destoasse
Nenhum tropeço
Que tirasse minha coragem
Minha vontade...
A procura da minha verdade

Galgos passos...
Novos compassos.
Dispersos... Desavessos... Alvoroço...
Um fim e um começo....Recomeço!
E não meço endereço
Somente o apreço
Sigo em frente
Semblante descoberto
Para minha eterna busca
Mar aberto...
Do que é certo... Acerto!
Não quero desacerto
Sorriso franco
Não arrefeço... Tudo enfrento
Desperto... Estou perto
Sigo... Prossigo
E nem com toda desventura
Louca aventura
Nada me impedirá
De continuar meu caminho

14 de jul de 2009

Corpo a Corpo


Essa data 03/05/03 foi o começo de tudo.
A intensidade sempre nos marcou .... acho que por isso esse desejo maluco não acaba nunca.
Não olho pra trás e nem pra frente. Não faço planos, apenas vivo hoje.

Corpo a corpo

A sua voz no meu ouvido soa como Mozart
Os seus olhares me penetram como lanças afiadas
A sua cútis tocando a minha me faz sentir mais viva
O vermelho da paixão tingiu os nossos olhos.

As suas mãos macias me tocando...
Fico insana só de imaginar
Muitas vezes fico perdida nos meus pensamentos
Na verdade pensando em você.

Os seus olhos são duas lagoas de água cristalina
Água que me reflete
Água que me inunda
Água que me afoga.

Os seus beijos selam o nosso amor
A sua língua reaviva a nossa paixão
Os abraços e seus braços atiçam nosso fogo.

Só os seus olhares cristalinos
Podem apagar essa brasa
Ou quem sabe acender mais...

Foi no ballet dos nossos corpos
Que deixei de ser uma menininha
Na verdade foi você que me fez desabrochar.

Descobri seu amor

13 de jul de 2009

Dia Mundial do Rock

Nada Melhor que Elvis "Rei do Rock", para representar este dia !!!
Nesta segunda-feira, 13 de julho, comemora-se o Dia Internacional do Rock. Seja mesclado a outras batidas ou correspondendo à sua velha raiz, o gênero, que está cada vez mais vivo, é festejado com fervor por seus adoradores.

Misturado a um tanto de jazz, de blues e da folk music norte-americana, o termo "rock’n’roll nasceu mesmo na década de 50, ao som de uma nova proposta musical e estampado na ousada dança de
Elvis Presley. No romper da década de 60, o gênero foi ganhando corpo com o sucesso dos até então pouco conhecidos garotos de Liverpool, os Beatles.

Com o passar dos anos, o Rock dividiu opiniões, mas também ganhou adeptos. Nos anos 70, a inocência dos primeiros tempos de "Ie-ie-iê" foi ficando de lado e deu lugar a novos instrumentos e à chegada dos sintetizadores, capazes de criar sons até então impraticáveis.

Foi com o surgimento de nomes como
David Bowie, Alice Cooper, Kiss, Queen e Iron Maiden, que o estilo musical se tornou, de vez, sinônimo de rebeldia, que perdura até os dias atuais. Na Inglaterra, grande berço dos roqueiros, o Black Sabbath gravava seu primeiro disco, expandindo assim as fronteiras com o hard rock, dando identidade à contracultura.

Ao pensar nos maiores nomes do Rock’n’roll, não é raro lembrarmos dos que já se foram, pois o ritmo está, geralmente, associado a um estilo de vida cheio de extravagâncias. Foi assim com o próprio Elvis,
Kurt Cobain, Janis Joplin e Jimmy Hendrix, entre outros, que partiram cedo, mas deixaram um legado para as gerações futuras.

No Brasil, apesar de o gênero engatinhar desde os meados dos anos 60, com a aparição da Jovem Guarda, foi só na década de 80 que conseguiu arrastar multidões com a criação de espaços especializados, como o Circo Voador e as Noites Cariocas. Recém-saídos de uma década de obscuridade plantada pela Ditadura Militar, os precursores do movimento, como
Lobão, Kid Abelha e Paralamas do Sucesso, em sua maioria, dedicavam suas letras a falar de assuntos amenos, como amores correspondidos ou não.

A inclusão definitiva do país no cenário mundial do rock foi em 1985, quando a banda Blitz se apresentou no Rock in Rio, seguida pelos rapazes do Barão Vermelho vestidos de verde e amarelo. Outro importante movimento do Rock brasileiro nasceu em 1994, com o Mangue beat. Liderado por Chico Science & Nação Zumbi, misturava percussão nordestina a guitarras pesadas.

O cenário atual do rock translada entre os veteranos do The Police, que voltaram a se apresentar juntos em 2007, depois de 23 anos de separação, e os eternos Rolling Stones, chegando até a contemporâneos, como Fall out Boys e o Blink 182. Neste ínterim, não se pode esquecer dos chamados “moderninhos”, como
Avril Lavigne e o Coldplay, que arrebatam jovens e adolescentes, sempre com a infalível temática do amor.

Entre os brasileiros de maior destaque hoje, estão, além do CPM 22, outras bandas influenciadas pelo hardcore, como NX Zero e Fresno. Apesar da temporária separação, ocorrida em 2007, os melódicos Los Hermanos ainda são referência quando o assunto é a mistura de sons e culturas. Para quem já é adepto do gênero, o dia será de boas recordações e talvez algumas novidades. Para quem não é um grande conhecedor, mas está aberto a se aproximar um pouco mais desse gênero, que há mais de 50 anos mexe com a cabeça de jovens e adultos, uma boa dica é ficar ligado nas rádios, que, certamente, farão um revival do rock, desde seus primórdios.

9 de jul de 2009

AMOR


Teu nome é quase indiferente
e nem teu rosto já me inquieta.
A arte de amar é exactamente
a de se ser poeta.

Para pensar em ti, me basta
o próprio amor que por ti sinto:
és a ideia, serena e casta,
nutrida do enigma do instinto.

O lugar da tua presença
é um deserto, entre variedades:
mas nesse deserto é que pensa
o olhar de todas as saudades.

Meus sonhos viajam rumos tristes
e, no seu profundo universo,
tu, sem forma e sem nome, existes,
silêncio, obscuro, disperso.

Teu corpo, e teu rosto, e teu nome,
teu coração, tua existência,
tudo - o espaço evita e consome:
e eu só conheço a tua ausência.

Eu só conheço o que não vejo.
E, nesse abismo do meu sonho,
alheia a todo outro desejo,
me decomponho e recomponho.

Cecília Meireles, in 'Viagem'

7 de jul de 2009

The Phantom of the Opera


A noite aguça Acentua as sensações
A escuridão emociona E desperta a imaginação
Sileciosamente os sentidos Abandonam as defesas
Incapazes de resistir às notas que eu esrevo
Pois eu componho A Música Da Noite

Lentamente, gentilmente A noite revela seu esplendor
Pegue-o, sinta-o Trêmula e suave
Desvie seu rosto da luz brilhante do dia
Afaste seus pensamentos Da luz fria e insensível
E ouça a Música da noite

Feche seus olhos E renda-se aos seus
sonhos mais sombrios Purifique seus pensamentos
Da vida Que você conheceu antes!
Feche seus olhos Deixe seu espírito
Começar a voar E você viverá
Como nunca viveu antes

Suavemente, primorosamente A música vai acariciá-la
Ouça-a, sinta-a Possuí-la secretamente
Abra sua mente Liberte suas fantasias
Nesta escuridão Que você sabe que não pode combater
A escuridão da música da noite

Deixe sua mente Começar uma jornada
através de um estranho mundo novo
Abandone todos os pensamentos Do mundo que você conhecia antes
Deixe sua alma Levá-la onde você deseja estar
Só então Você pode ser minha

Flutuando, caindo Doce intoxicação
Toque-me, confie em mim Saboreie cada sensação
Deixe o sonho começar Deixe seu lado mais sombrio ceder
Ao poder da música Que eu componho
O poder da Música Da Noite

Somente você Pode fazer a minha canção decolar
Ajude-me a fazer.....A Música da Noite